COMÉRCIO JUSTO

Feira do Produtor Rural se estabelece, toda quarta-feira no Parque Cidade/ Hípica de Limeira

A população limeirense poderá contar, com a “Feira do Produtor Rural”, que funcionará todas as quartas-feiras, das 16h às 20h, no Parque Cidade.

Edição 152 - Junho 2014 - Foto: Jornal Pires Rural

Foto:Jornal Pires Rural
O Parque Cidade de Limeira tem sido o local escolhido pelo Prefeito Paulo Hadich para abrigar a Feira do Produtor Rural, toda quarta-feira das 17 às 21 horas. A população poderá comprar alimentos diretamente do produtor, como frutas, verduras, legumes e suco de laranja. Serão vendidos, ainda, alimentos produzidos artesanalmente, como pães, bolos, pizzas e doces da típica culinária alemã. A feira é uma iniciativa da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, em parceria com a Associação Viva Pires, que reúne cerca de 30 produtores.

O prefeito Paulo Hadich esteve na Feira, no dia de sua inauguração (04/06) e conversou com os agricultores e com a população que elogiou a medida. Segundo Hadich, a realização da feira vem ao encontro dos anseios desta administração que tem o objetivo de fomentar a agricultura familiar na cidade. “Este é mais um passo para valorizar o agricultor de Limeira. A feira que começou agora poderá ser ampliada para mais produtores". Ainda, de acordo com o prefeito Paulo, a Feira vem para aumentar a renda do agricultor com a venda dos produtos produzido nas propriedades. A proposta prevê, gradativamente, o aumento da variedade de produtos ofertados ao consumidor e expor alimentos mais frescos, além de eliminar os atravessadores, promovendo a aproximação dos agricultores com a população.

Ao todo, são dez barracas que vendem alimentos produzidos no sistema de agricultura familiar, como frutas, verduras, legumes e suco de laranja. Os produtores também estão comercializando vassouras de palha natural, produtos artesanais como massas, pães, bolos, geleias e compotas.

Freguesia
Aparecida Valim, que frequenta o parque para realizar caminhadas, aprovou a realização da feira. “É mais uma opção para quem vem ao parque caminhar ou fazer aula de Zumba. Com a feira podemos comprar os produtos que são frescos e produzidos aqui na cidade”.

Morador da vila Independência, Luiz Carlos Vasconcelos ficou sabendo da feira e veio até o parque para comprar verduras. “São alimentos frescos e colhidos hoje, isto é muito importante. O que eu gostei é que aqui na feira também é possível conhecer quem produziu a verdura, conversar e tirar as dúvidas”, disse.

A Feira tem atraído grande quantidade de pessoas, Vanessa de Luca, moradora vizinha ao Parque Cidade, na Vila São João, disse que retornou à feira, pois “além de serem mais frescos, os produtos estão mais baratos. O pé de alface, que no supermercado sai por R$ 3,50, aqui é vendido por R$ 1,50. Além disso, a qualidade é excelente”, frisou.
Clientes em busca de alimentos saudaveis

Em horário alternativo, das 16 hs às 20hs toda quarta-feira, o Projeto Feira do Produtor Rural tem conquistado apoio da população e do Hospital Medical para promover saúde, qualidade de vida e bem-estar


Produtores
Os agricultores ligados à associação aguardaram o início da feira com expectativa. Para o produtor Guilherme Vitor Hergert, é uma boa oportunidade a venda direta ao consumidor. Ele produz 25 mil unidades de pés de hortaliças por semana, com a ajuda da esposa, de uma filha e de um funcionário. Na propriedade de 14 hectares no bairro do Pinhal, que pertence aos antepassados desde o século 19, a rotina é pesada: o trabalho começa às 4h da manhã. Atualmente, os pés de alface, rúcula e chicória, entre outros, são revendidos para varejões e supermercados. “Levarei até o consumidor um produto mais fresco. As verduras serão colhidas horas antes do início da feira e terão mais qualidade”, salientou.

“Fomos bem acolhidos pelos frequentadores do parque que aprovaram a novidade. Eu diria que está sendo 200%", afirmou Laércio Bueno, outro agricultor, nascido e criado na área rural. Ele trabalha com a família em uma propriedade onde cultiva hortaliças e milho. Só a produção dos cinco tipos de alface gira em torno de 2.000 pés por semana. Além de comercializar a produção com feirantes, varejões e mercados, há alguns anos Laercio resolveu arriscar-se no varejo para aumentar a renda do negócio. Todos os dias, percorre a cidade em uma kombi vendendo alface, chicória, almeirão, couve, rúcula e cheiro-verde. Ele considera positiva a iniciativa da prefeitura e da associação, pois acredita na importância de dominar o processo de venda. “Os intermediários tiram todo o lucro do produtor. Agora, teremos um local reservado para expor os nossos produtos, que são frescos e terão um tempo de duração maior”, afirmou. Ainda, segundo ele, " é nosso alicerce este contato com o consumidor, é fundamental essa motivação para o agricultor”.

Para o presidente da Associação Viva Pires, Marcel Menconi, os produtores ficaram surpresos com o resultado da feira. “A procura foi tanta que em algumas barracas houve falta de produtos”. Ele afirmou que o objetivo da feira foi alcançado, pois conseguiram levar os produtores até o Parque Cidade com o apoio do poder público. “A população também aderiu à feira. Pretendemos agora ampliar a variedade de produtos expostos”, comentou.

Menconi salientou que os feirantes – todos pequenos produtores que trabalham dentro do sistema de agricultura familiar – estão motivados com a proposta. “Eles estão investindo na estrutura de transporte e armazenamento dos produtos”, afirma. Ele lembrou que a feira funcionará todas as quartas, das 17h às 21h, no Parque Cidade/ Hípica de Limeira.
© 2013 - Jornal Pires Rural