COMPORTAMENTO

Delinquência juvenil, de quem é a culpa?

A análise sobre a família e a escola

Claudinéia AP. Morais do Amaral, pedagoga – Educadora social. Conselheira tutelar 2011/2013 - Edição 167 - Março 2015

Foto:Marcel Menconi
Recentemente uma revista de grande circulação nacional e internacional publicou que, no Uruguai, três mães residentes em bairro pobre foram condenadas à prisão pelos pequenos delitos praticados por seus filhos, sendo estes adolescentes com idade entre 12 a 16 anos. Quando falamos de delinquência juvenil logo partimos para a análise sobre a família e a escola.
Em relação à famílias, o conceito social formado sobre a delinquência é de que esta é fruto da negligencia e ausência do controle dos responsáveis legais sobre seus filhos.
Sobre a escola, nossa sociedade parte da terminologia do educar simplesmente, sem considerar seu caráter formador através da transmissão do conhecimento que visa o pleno desenvolvimento de nossas crianças e adolescentes.
Fato é que a delinquência reside na ausência relativa de laços fortes entre o indivíduo e a sociedade, daí devemos considerar que há uma conjuntura social a ser analisada.
Medidas adotadas contra as mães a exemplo das prisões ocorridas em Montevidéu, no Uruguai, contribuem ainda mais para perpetuação da desigualdade social, discriminação da mulher, exposição dos filhos em situação de desproteção familiar, enfim não aponta uma solução plausível para combater a delinquência.autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
Nos casos de pequenos delitos cometidos por adolescentes, a adoção de medidas sócio educativas ainda pode ser a mais justa a ser aplicada, onde os responsáveis legais e não somente a mãe serão chamadas judicialmente a cumprir com sua responsabilidade perante o poder familiar, e o adolescente ter o dever de reparar o dano, sendo atendido por um programa que vise a adequação de sua conduta às convivência familiar e comunitária.
autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
© 2013 - Jornal Pires Rural