POLÍTICAS PÚBLICAS

Ong Viva Pires estabelece parceria com Prefeitura para beneficiar agricultores familiares

O encontro, realizado na EMEIEF (R) Martim Lutero, teve como objetivo apresentar ao prefeito de Limeira, Paulo Hadich o trabalho da ONG, que obteve a Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Com este documento, os produtores da ONG conseguem acessar os programas de aquisição de alimentos.

Dezembro 2013 - Edição 144 - FOTOS:Jornal Pires Rural

Tendo como missão no ano de 2013 a organização de agricultores familiares, a ONG Viva Pires trabalhou nesse período se documentando e se articulando para estabelecer o laço no município de Limeira, entre Prefeitura e agricultores com a finalidade da venda dos produtos para abastecer a merenda das escolas de nosso município.

De acordo com a legislação e da resolução do FNDE (Lei Federal nº 11.947 de 16 de junho de 2009 e da Resolução/CD/FNDE nº 38 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) de 16 de julho de 2009) é repassado aos municípios uma verba para que 30% desse valor sejam destinados a compra de alimentos diretamente do agricultor familiar local.

Visando estabelecer essa parceria, ainda no ano de 2013, foi agendado um encontro entre o grupo de produtores Viva Pires e o prefeito municipal Paulo Hadich com o objetivo de estreitar relacionamentos. Paulo Hadich foi recepcionado pelo grupo no dia 21 de dezembro nas dependências da Escola Martin Lutero, no bairro dos Pires. Também presente ao encontro estava o vice-prefeito, Antonio Carlos Lima; e os secretários da Educação, José Claudinei Lombardi; da Agricultura, Abastecimento e Apoio à Zona Rural, Marcelo Coghi; Marli Zucculo e Suzana Pereira do Departamento da Alimentação Escolar da Secretaria da Educação e o representante do Conselho de Alimentação Escolar, Edivaldo Mendes. O encontro também teve o apoio de Luciana Toquini, diretora da escola Martin Lutero e da vice-diretora Ana Rita Argenton. Durante o encontro, Marcel Menconi, presidente da ONG Viva Pires apresentou os 3 objetivos principais que direcionarão o grupo de produtores organizados.

Objetivos
De acordo com Marcel Menconi, para alcançar os objetivos é imprescindível a parceria com o governo local pois o que se deseja é obter resultados positivos para Limeira, “por isso incluímos evitar o parcelamento irregular do solo da área rural como fator positivo, porque estando os agricultores organizados em associação eles poderão alcançar a renda mínima para sobreviverem da agricultura e com isso a venda da propriedade estará descartada”.
Outro ponto destacado por Marcel é a renda mínima para agricultura familiar que está vinculada aos programas de aquisição de alimentos, “tanto o governo federal quanto estadual tem programas de compra de alimentos de agricultores familiares, para isso é preciso estar organizado e ter uma produção planejada. Para acessar esses programas é necessário trabalhar em conjunto com poder público, ONG e produtores”.
O terceiro objetivo apontado por Marcel é o desenvolvimento da agricultura local que vincula ainda mais a parceria com a prefeitura, pois “dependerá dela entender e priorizar locais para manutenção de estradas rurais para escoamento da produção e assim diminuir de perdas evitando prejuízo da safra. Nesse quesito também inclui um mapeamento da área rural para que ações de segurança pública tenham êxito, além da assistência técnica agrícola possa chegar até os produtores”.
Marcel também aproveitou a oportunidade para solicitar apoio do prefeito e secretários para a implantação na cidade de Limeira de uma feira de produtores rurais.

Renda Mínima
Na sequência o prefeito Paulo conversou com os agricultores tendo como base os objetivos destacados na apresentação de Marcel. Disse estar muito feliz com o encontro e que “ quase tudo o que foi exposto é o nosso sonho e o que pensamos para o governar Limeira, como uma sociedade mais justa”. O prefeito pontuou algumas melhorias na área rural realizadas no primeiro ano de governo, como manutenção das estradas rurais e combate a problemas com segurança que beneficiam os moradores e produtores rurais. “Para garantir a renda mínima, aos agricultores, através dos programas de aquisição de alimentos, estou conversando com o Marcelo Coghi para criar um programa municipal para ir além dos que já existem, beneficiando aquelas famílias que tem uma dificuldade maior”, revelou o prefeito. “Também queremos aumentar o potencial turístico da área rural fazendo um diagnostico de lugares propícios para esse investimento, acredito que existam muitas propriedades para isso, só que temos que levar em consideração alguns detalhes como o pagamento em cartões de credito pelos turistas visitantes. Vamos apoiar essa iniciativa”

Verba Federal
Os produtores participaram da conversa com perguntas voltadas principalmente a manutenção de estradas rurais, o secretario de agricultura revelou que “estamos em busca de verba federal, pelo Ministério das Cidades, para melhoria da estrada asfaltada do bairro dos Pires através de um projeto turístico, incluindo um alargamento e a criação de uma ciclovia pelo caminho” pontuou.


Feira do Produtor
O secretario de educação José Claudinei Lombardi, disse que os agricultores precisam tomar certas medidas se querem fornecer para a merenda, entre elas, citou a organização e planejamento como primeira atitude. “A questão de assistência técnica esta parcialmente resolvida com a contratação do engenheiro agrônomo pela prefeitura, também é necessário a conversa com o setor da merenda e organizar o cardápio, pois temos interesse em colocar produtos beneficiados e produzidos pela agricultura familiar local, mas tem que ter planejamento para fornecimento constante. A feira do produtor local tem que ser estimulada porque é para o pequeno expor sua produção e aumentar sua renda para aproveitar o fluxo de pessoas que transitam pelo bairro nos finais de semana, sendo uma alternativa para não perder a produção por alta de compradores ou por preços baixos. O limite disso não existe, pois nada impede que a associação venda para o CEASA”, concluiu.Autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
Suco de Laranja
Marcelo Coghi também destacou que no ano de 2014 o fornecimento de suco de laranja para merenda escolar estará a cargo dos produtores de citros organizados pela Ong Viva Pires; “em 2013 foi uma cooperativa de Engenheiro Coelho que forneceu o suco, mas tive um encontro com o presidente da Vita Suco, fábrica que faz o processamento da laranja, e já está acertado que são limeirenses que fornecerão as frutas para o suco da merenda escolar. Com isso o trabalho será feito totalmente por limeirenses. Estamos eliminando a cooperativa de outra cidade e incluindo vocês produtores de Limeira”, ressaltou o secretário de agricultura. Autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
© 2013 - Jornal Pires Rural