SEGURANÇA PÚBLICA

Investimento no Pelotão Ambiental para atuar na área da segurança rural e ambiental vêm mostrando resultados positivos

O maior número de ocorrências tem sido de crimes ambientais, e loteadores de chácaras clandestinas estão sendo procurados

Abril 2014 - Edição 149

Coordenador Ângelo, há 6 anos no Pelotão Ambiental. Novas viaturas; "são locadas. Temos a facilidade da reposição rápida das viaturas quando quebram"

A secretaria de Segurança Pública de Limeira vem investindo no Pelotão Ambiental para atuar na área da segurança rural e ambiental. Atualmente conta com um efetivo de 18 homens, escala 12/36h, dois dias de serviço por dois dias de folga; 01 carro modelo Pálio Weekend; 02 camionetes modelo S10; cobrindo patrulhamento na área rural 24hs. "Temos avançado na parte de crimes ambientais. Uma viatura trabalha todos os dias das 6h às 18hs se dedicando a crimes ambientais, onde está havendo grandes apreensões no município. As viaturas camionetes trabalham em horários modificados na prevenção de roubo e furto, patrulhamento e bloqueios. Trocamos uniformes; doamos as duas motos para o Agrupamento de Motocicletas; temos coletes de sobra. Hoje, as viaturas são locadas. Temos a facilidade da reposição rápida das viaturas quando quebram", afirma o coordenador do Pelotão Ambiental, Ângelo Oliveira em entrevista.
autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
JPR: As ocorrências referentes a crimes ambientais tem liderado a atuação do Pelotão Ambiental?
Coordenador Ângelo:
O maior número de ocorrências tem sido de crimes ambientais. Furtos e roubos não temos conhecimento através dos boletins de ocorrências. Trabalhamos com dados de boletins de ocorrências. A população deve ligar 153 para a Guarda Municipal ou 3443 1005 para a secretaria de Segurança Pública, ambos os números atendem a população 24hs. É muito importante que a população faça o registro do boletim de ocorrência sobre qualquer furto que ocorra dentro da propriedade. Diante dos dados dos registros dos boletins de ocorrência a Guarda Municipal direciona a viatura para aquela região onde está ocorrendo o maior número de furtos. Sem os dados, corremos o risco de patrulhar um local onde não está havendo índices de furtos.autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br

JPR: Os atendimentos referentes a crimes ambientais ocorrem em sua maioria por denúncias?
Coordenador Ângelo:
Não. Quando a viatura depara com a situação de um cidadão cometendo crime ambiental, normalmente, o mesmo denuncia outro crime ambiental. Esse tipo de atitude tem nos levado a várias outras situações de crimes ambientais.autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br

JPR: Qual procedimento do encaminhamento no caso de crime ambiental?
Coordenador Ângelo:
Realizamos a análise da situação para averiguar se realmente trata-se de um crime ambiental. Constatado, se não houver documentação de qualquer órgão que autorize aquele corte de árvore, desvio de rio, se não possui a documentação, o cidadão é encaminhado à delegacia para responder pelo crime ambiental do fato ocorrido. Muitas vezes um crime ambiental é associado a outros, por exemplo, quando num desvio de curso de rio ocorreu o desmatamento e por consequência havia ninhos com passarinhos nas árvores derrubadas; o cidadão acaba respondendo por três crimes ambientais. autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
JPR: A prisão dos irmãos Lombardi por crimes ambientais referentes ao parcelamento irregular do solo trouxe repercussão positiva para o trabalho desempenhado pelo Pelotão Ambiental. Há muitos anos essa captura é esperada?
Coordenador Ângelo:
A família Lombardi (pai e dois filhos) vem cometendo crimes de parcelamento irregular do solo em Limeira há mais de 20 anos. Eu estou na Guarda Municipal há 10 anos e há 6 anos no Pelotão Ambiental, sempre ouvindo falar dos crimes ambientais cometidos por essa família. Empenhei-me muito na captura dos três, tentando pegá-los em flagrante e consegui com a ajuda de mais dois guardas. Detivemos, levantei a documentação e todos os trâmites.autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
JPR: O que dificultava a apreensão dos criminosos?
Coordenador Ângelo:
Eles fazem uso de terceiros. Evitam estar presentes no local do crime. Toda a negociação é feita em cidades vizinhas. Eles residem em Cosmópolis. Eles cometeram o crime do parcelamento irregular do solo, Lei Federal 6766, Artigo 50, previsto pena de 06 meses a 05 anos de reclusão. Eles (dois irmãos) foram autuados em flagrante delito e recolhido à cadeia pública.autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
JPR:Qual importância da apreensão dos irmãos Lombardi para o município?
Coordenador Ângelo:
A apreensão dos irmãos Lombardi nos ajuda muito para a Prefeitura do município inibir outros tipos de crimes por pessoas que possam tentar fazer esse tipo de comércio em Limeira. Mostra que está havendo fiscalização no município. As pessoas interessadas em comprar imóveis devem ter consciência que nem tudo que é barato é legal. As pessoas devem procurar a prefeitura de Limeira para orientações sobre a legalidade na venda dos imóveis.autorizada a reprodução desde que citada a fonte: Jornal Pires Rural - Limeira - www.dospires.com.br
© 2013 - Jornal Pires Rural